Anúncios

9 Competências essenciais para a liderança na Gestão da Qualidade

6 min leitura

Ser líder na Qualidade é promover uma boa gestão por meio de uma postura ativa, participativa e colaborativa. A liderança deve gerenciar com muita diligência e foco para maximizar a qualidade do produto, dos serviços prestados, da satisfação e do encantamento dos clientes.

A liderança é fio condutor para mover e promover o crescimento da organização. O gestor não deve seguir somente uma cultura de comando e controle. As habilidades necessárias para liderar durante esse novo cenário serão mais humanas do que imaginamos. O líder deve atuar como mola mestra imprescindível no alinhamento estratégico, no engajamento e comprometimento da equipe.

O sucesso de uma organização depende diretamente das competências de liderança dos seus gestores. Aceitar o desafio de liderar significa acima de tudo possuir habilidades essenciais e necessárias de liderança. Algumas competências poderão ser aprendidas, outras poderão já estar presentes nos seus traços de personalidade e serem potencializadas.

Abaixo, compartilho competências, práticas e comportamentos que o gestor deverá possuir para um melhor desempenho da sua liderança dentro das organizações.

  1. Comunicação e Diálogo

A comunicação é a chave essencial para um gestor exercer a sua liderança. A boa comunicação gera: segurança, assertividade, conforto, atenção e performance. Uma liderança é alguém que tem excelente capacidade para se comunicar com os demais e sabe como utilizar dessas estratégias a seu favor. O líder comunicativo sabe como gesticular e modular a própria voz, para que tanto aspectos verbais quanto não verbais estejam em harmonia.

Você lidera por meio da comunicação. Um líder está sempre se comunicando (50% – 80% do seu tempo) e toda a sua comunicação é voltada para resultados.  Por mais difícil e complexa que seja a mensagem, o líder deverá saber como torná-la acessível ao público ao qual se destina. Ele deve ter talento para a simplicidade.

Na maioria dos casos o líder está no seu papel de comunicador. Quando está no papel de ouvinte, ele deve ter competência necessária para sentir o pulso, a temperatura e o clima da organização.

Uma comunicação eficaz é obtida pelo fluxo de informações e ideias entre pessoas. O emissor e o receptor produzem mensagens pela troca do conteúdo. Se sua comunicação não é eficaz e estratégica, seus resultados são seriamente comprometidos. A comunicação estratégica é realizada pela sincronização de ações, imagens e palavras para atingir um objetivo específico. Ela é diretamente ligada à sua performance através do que você quer comunicar: tarefas, procedimentos, normas, visão, valores e política.

A boa comunicação garante os melhores resultados na organização, promove um diálogo justo e estimula reuniões coletivas e saudáveis, colaborando para tomadas de decisões mais conscientes e assertivas.

  1. Escuta Ativa

A escuta ativa é a escuta da conexão. Ela deve ser dedicada, reflexiva, profunda e empática. Durante a escuta, busque eliminar todas as possíveis fontes de distração. Foque o momento que está vivendo: você está ali exclusivamente para o seu liderado. Escute o que ele diz e atente-se a possíveis significados não explícitos que poderão estar por trás do discurso. Controle-se para não fazer julgamentos ou conclusões antes do tempo. Escute somente! Deixe o liderado falar; não antecipe conclusões; antes de interrompê-lo, pense se isso será mesmo benéfico para o diálogo.

Sempre dê retornos mostrando que você está entendendo. Faça contato visual olhando nos olhos atentamente. Pratique expressões faciais sintonizadas com o que ouve. Movimente a cabeça afirmativamente, porém não exagere. Assuma uma postura corporal adequada e receptiva. Mantenha um volume de voz adequado.

Escuta ativa é conexão. Escuta ativa é escutar com o coração.

  1. Feedback

O feedback é o combustível para a melhoria contínua. É uma ferramenta de aprendizados. Muito utilizada para Avaliação de Desempenho como uma excelente ferramenta de autoconhecimento e análise de progressos. O feedback é uma das técnicas mais poderosas após comunicação realizada.

Quando melhoramos nossas habilidades de feedback, estabelecemos um processo de COMPREENSÃO, RESPEITO E CONFIANÇA em qualquer que seja a relação. Negar feedback é castigar a pessoa com indiferença. Feedback é um presente para o crescimento. As vantagens de saber dar um excelente feedback ao time é que você promove melhorias de desempenho, mudanças comportamentais, aprimoramento das habilidades e identificação de pontos fortes e oportunidades de melhorias gerando foco e a maximização de resultados.

Há vários tipos de feedbacks: Feedback Positivo, Projetivo, Negativo, Ofensivo (aquele que realça somente pontos negativos e não propicia mudanças!) e há até feedbacks insignificantes, do tipo: “É isso aí!!”, “Muito Bem!”, “Meus parabéns!!!”.  Cuidado com feedbacks que não agregam no desempenho e crescimento do outro!

Abaixo, um passo a passo simples de como realizar um feedback positivo e corretivo:

Feedback Positivo: É aquele feedback que potencializa resultados. Quando der o seu feedback, descreva o comportamento específico, as consequências do comportamento, como você se sente em relação ao comportamento (seu sentimento), e porque você se sente dessa forma. Seja específico.

Feedback Corretivo: É aquele feedback para correção e alinhamento de expectativas e resultados. Veja: tente dar um feedback positivo antes de qualquer coisa. Faça perguntas cuidadosamente orientadas e diga claramente a mudança necessária.  Aplique a disciplina apropriada e estabeleça um limite para a próxima conversa.

Esse tipo de feedback corretivo tem como objetivo reforçar e encorajar uma maneira mais eficaz na entrega dos seus resultados. Ele redireciona um comportamento ou aponta um caminho mais produtivo da ação estabelecendo padrões adequados quanto ao desempenho individual, ajudando a pessoa que recebe o feedback a alcançar um melhor desempenho.

4.Clareza e Alinhamento Estratégico – Objetivos e Expectativas          

A liderança deve ser clara, transparente e assertiva. Os colaboradores devem conhecer o cenário, o contexto e o monitoramento de resultados da organização. Traduzindo: os colaboradores devem ter consciência e conhecimento das metas, das estratégias, das mudanças que foram realizadas e das mudanças que estão acontecendo, bem como dos resultados positivos e negativos. Dessa forma, ele poderá medir melhor suas ações e auxiliar nos processos da organização, sendo mais eficiente, engajado e comprometido.

Sem conhecimento do que ocorre na organização, o colaborador fica alienado e age apenas por obediência, de maneira mecânica, sem colaboração, sem criatividade ou proatividade.

As lideranças devem alinhar suas expectativas, deixando claro o que é esperado de cada um por meio de metas desafiadoras. Essa é a melhor forma de orientar o time e alinhar para os objetivos estratégicos.

  1. Engajamento e Colaboração

A liderança deve envolver o time em algumas tomadas de decisão e discussões de problemas. Essa é uma ótima forma de promover comprometimento, engajamento e colaboração. É uma excelente oportunidade para ouvir as ideias de uma perspectiva diferenciada. Use e abuse de ferramentas colaborativas: brainstorming, design thinking e outras que geram o poder do compartilhamento, engajamento do time em decisões estratégicas para melhoria dos resultados da organização.

A condução da liderança através de uma tratativa participativa na tomada das decisões mostrará o quanto os liderados são valorizados, além do envolvimento e compartilhamento de responsabilidades. Essa etapa é um ponto positivo para a gestão da qualidade quanto à segurança da conformidade de processos, melhoria contínua e processos de mudanças.

  1. Mentorar e formar novos líderes

Um bom dirigente é capaz de preparar outros membros da organização para a liderança. É muito importante reconhecer na equipe aqueles que têm potencial para serem novos líderes e futuros gestores. Desenvolva-os! Capacite, mentore, apoie e forneça ferramentas necessárias para o crescimento da carreira profissional. O temor de algumas lideranças de perder o lugar é o que sempre atrapalha os negócios e dificulta a escolha de um novo líder. Esse egoísmo da liderança pode atrapalhar e dificultar o seu próprio desenvolvimento e crescimento profissional por não possuir um sucessor para a sua vaga.

É importante fazer investimentos para que novos líderes se desenvolvam e continuem com uma gestão de excelência e qualidade.

  1. Análise e Gestão do Desempenho

Uma boa gestão da qualidade dependerá muito da diligência e da capacidade crítica da liderança para monitorar e avaliar a performance dos resultados da organização. É preciso conhecer o cenário e o mercado do setor, ter ciência da saúde financeira da empresa, dos custos da não qualidade, das relações de satisfação com os clientes e fornecedores, da postura do time e do clima organizacional. A avaliação deve ser integrada e estratégica considerando todos objetivos que a organização desenhou.

Analisar os resultados é o primeiro passo para construir estratégias e projetar melhorias e mudanças para processos que não estão tendo bons resultados.

A gestão da qualidade é um conjunto de ações dentro de uma organização que visa otimizar, atender e exceder a qualidade de produtos e serviços. A liderança é mola mestra fundamental e imprescindível para atingir esses objetivos. Com essa postura o líder obterá maior efetividade resultando em negócios mais eficazes e lucrativos.

  1. Ser exemplo e autêntico

Líderes também funcionam como modelos, uma vez que são observados constantemente, por todos. Lideranças que pedem algo aos seus colaboradores que eles próprios não fazem, rapidamente perdem a sua credibilidade. Falar é fácil. Difícil é dar o exemplo. A cultura do exemplo é a que funciona na prática. Não é o que a liderança fala que irá influenciar o comportamento dos outros, mas sim o que ela faz. Aja de acordo com o seu discurso. Todos os passos do líder serão, de fato, o que irá mostrar aos colaboradores como eles deverão se comportar. Liderar é agir conforme o que se prega tomando atitudes de acordo com o próprio discurso.

Para aprofundar mais esse tema, sugiro o livro Walking the talk – A Cultura através do Exemplo.

  1. Tolere e celebre os erros

Os erros acontecem e ninguém está imune! Mas devemos aprender com eles. Assim, enquanto líderes, devemos mostrar um certo grau de tolerância para com os erros. Em vez de se irritar e criticar, devemos trabalhar em colaboração para analisar esses erros de modo que os mesmos não tenham recorrências. Uma cultura de permissão e abertura a erros deixa claro que eles poderão acontecer, porém que sejam rápidos, logo corrigidos e tornem-se aprendizados.

A liderança deve celebrar e enfrentar os erros. Eles devem enxergar os erros como um meio para alcançar os bons resultados. Fale abertamente sobre o que deu errado e, rapidamente, parta em busca das soluções e compartilhe os aprendizados.

Ninguém gosta de fracassar, nem apresentar suas vulnerabilidades. Para muitos, a falha é sinônimo de derrota. O erro deve ser encarado com combustível para promoção da melhoria contínua. Muitas vezes tem-se como o motor da inovação. A liderança não deve temer um possível passo em falso. Isso demonstra medo e passa uma cultura incongruente com os valores e política da organização.

As competências para cargos de liderança vão além do aprimoramento de uma mentalidade proativa, curiosa e enérgica. A liderança deverá dominar a gestão e possuir a capacidade extraordinária para entender os valores humanos alinhados com os valores e propósitos da organização.

Todas as habilidades essenciais para uma liderança poderão ser desenvolvidas e potencializadas. O importante é o investimento que você fará e dará para sua evolução contínua.

29 thoughts on

9 Competências essenciais para a liderança na Gestão da Qualidade

  • Heloísa

    Que maravilha João Paulo. Obrigada por partilhar suas experiências. Seus posts são sempre bem atuais e muito bem descritos. Obrigada.

    0
  • Gabriela Pinheiro

    Excelente!

    0
  • José Maria

    Parabéns pelo material João Paulo, 1, 8 e 9 se dominarmos esses três itens, o céu é o limite…

    0
  • Juliano Lopes

    Excelente texto JP! São 9 competências, sem dúvidas, essencialíssimas! Parabéns!

    0
  • Gabi Rodrigues

    Excelente texto, com ótimas dicas para desenvolvimento, essas habilidades serão muito requisitadas nas lideranças! Parabéns pela abordagem e assertividade na escrita!

    0
  • Lázaro Antônio

    Excelente plano de gestão,ganhar confiança e a retribuir ,impatia com ierarquia

    0
  • Mariane Martins

    Muito bom texto! A liderança é uma característica imprescindível. É mesmo importante que haja clareza, cortesia e atenção na comunicação entre líder e liderados. Feedback para potencializar ou aprimorar os resultados alcançados. E de forma estratégica engajar, abrir espaço para o crescimento, valorizar os esforços e fortalecer os vínculos. O exemplo do líder é fonte de inspiração para fazer mais e melhor.

    0
  • Amanda Almeida

    Excelente material, explica muito bem como um Líder deve ser portar, com confiança, conversar abertamente com seus subordinados para que os resultados possam ser positivos.

    0
  • Amanda Moura

    Texto totalmente essencial, pois fala de forma bem explicativa de como um líder deve ser para promover uma boa gestão. Como, por exemplo, falar e escutar da mesma forma, ensinar para formar outros líderes, aprender também com os erros e não só com os acertos, trabalhar para ser modelo para outros líderes, entre outros.

    0
  • Thayná Ribeiro

    Sem dúvidas todas essas competências fazem um verdadeiro líder, algumas pessoas possuem traços mais fortes de liderança, mas com esforço e dedicação podem se aprimorar e tornassem grandes líderes. Para mim comunicação e dialogo, feedback e mentorar e formar novos lideres são características essenciais para o sucesso da empresa ou negócio, pois uma vez que o líder está em sincronia com seus colaboradores eles ajudam e incentivam uns aos outros podem levar a empresa a grandes feitos.

    0
  • Juliana Magalhães Aragão

    Texto muito enriquecedor. As maiores qualidades de um bom líder com certeza é o poder do diálogo, ter empatia, respeito e principalmente saber ouvir o próximo, por que assim ele cresce junto com seus liderados fazendo uma excelente equipe.

    0
  • Amanda Brandão

    Texto totalmente essencial, pois informa, de forma bem explicativa, como um líder deve ser para promover uma boa gestão. Como, por exemplo, falar e escutar da mesma foma, ensinar para formar outros líderes, aprender com os erros e não só com os acertos, trabalhar para ser modelo para outros lideres, entre outros.

    0
  • Daniel Lima

    A comunicação é extremamente importante para o processo de gerenciamento. Quando ela inexiste ou é falha, os fatos tendem a desandar e o combinado não é cumprido. Mas tão importante quanto, ou até mais, é saber ouvir, conseguir extrair informações e mostrar que você está ali para ser um ouvinte, que aceita opiniões contrárias, novas sugestões ou mesmo reclamações, afinal de contas, ninguém é o dono da razão. Em relação ao alinhamento estratégico, é outro ponto de destaque, apresentar ao colaborador as metas a serem alcançadas e os métodos corretos de as conseguir é importante para que ele saiba e entenda o porquê das coisas, ao invés de simplesmente fazer porque recebeu ordens ou por conta de sempre ter sido assim. Como bem diz no texto, auxilia na proatividade do colaborador, e ele tende a fazer as coisas com mais atenção e sabendo que o que ele faz também é uma importante peça na engrenagem. Além disso, saber ler e analisar os dados referentes ao desempenho auxilia no processo de crescimento profissional e empresarial, uma vez que permite identificar pontos críticos em que os erros estão sendo recorrentes para os corrigir e aprimorar os processos. O líder está ali pelo fato de ser uma pessoa, em tese, capacitada e que deve ser um modelo de bom exemplo a ser seguido, sendo muito constrangedor cobrar pontos de seus subordinados que ele próprio ignora. Essa atitude desmotiva bastante os colaboradores e inviabiliza a adoção de procedimentos correto..

    0
  • Ana Angélica Souza

    Ótimo texto! Essas nove competências são importantíssimas para ter uma boa gestão. Um líder tem que saber se comunicar, ouvir, dar feedback e engajar os liderados nas tomadas de decisões, buscando motivar a equipe e, assim,alcançarem os objetivos da empresa.

    0
  • Talita Uchoa

    Perfeito o texto! Essas competências são de extrema importância para uma gestão comprometida e eficaz. Boa comunicação e ser exemplo são primordiais para uma liderança de resultados satisfatórios. Manter uma equipe motivada e feliz com o que faz é sinônimo de sucesso. Tolerância aos erros também é fundamental. Eu como supervisora de uma empresa, tendo trabalhar todos os dias isso em mim, pois é sempre mais fácil reclamar e criticar do que buscar entender e solucionar o problema existente. Acredito que liderança é um aprendizado diário.

    0
  • Michelle Facundo

    Simplesmente MARAVILHOSO! Muitos acham que tem capacidade de liderar e se colocam em uma posição de donos da situação. Saber líderar vai além apenas de ter conhecimento sobre o que esta liderando, é necessário ter empatia, paciência, saber ouvir e principalmente encarar a situação com uma postura impecável, e não sair gritando e apontando os erros dos liderados. Um bom líder é aquele que sabe passar feedback positivo e mostrar o liderado que ele é capaz, que ele sim fez um bom trabalho. Muitos deveriam ler esse texto e repensar suas atitudes, e melhorar sua forma de tratar os outros. Parabéns Professor João Paulo, seu texto será capaz de abrir os olhos e mente de muitos.

    0
  • Marcela Andrade

    Excelente reflexão! Este texto nos abre a mente sobre as reais características que um Líder deve ter e desenvolver. Mostra que não ajudar e capacitar o outro, por medo de não sermos o melhor ou perdermos nossa vaga, acaba por prejudicar nosso próprio desenvolvimento profissional. Saber exercer a fala, a escuta, a tolerância,… Tudo isso é essencial no nosso dia a dia dentro das empresas.

    0
  • José Macêdo Neto

    Obrigado por essa introdução muito caprichada sobre esse tema mandatório ao alcance de bons resultados e relações de trabalho.
    Liderança é uma competência que necessita de estudo e aprimoramento cotidiano para ser exercida da forma adequada, com humanidade, empatia e método. O exposto nesse artigo chamou minha atenção para esse tema assim como uma frase do Mario Sergio Cortella sobre como age um verdadeiro líder: corrige sem ofender e orienta sem humilhar.

    0
  • Patricia Azevedo

    Texto excelente, linguagem muito clara e que aborda todas as competências de um bom gestor. Gostaria de acrescentar que todo gestor deve ter EMPATIA. Ao liderar uma equipe sempre temos que nos colocar no lugar do outro, podendo exatamente entender a interpretação de palavras e atitudes para assim encontrar a melhor forma de abordar a equipe e resolver possíveis problemas. Parabéns pelo texto professor João Paulo!

    0
  • Alyne Feitosa Cavalcante de Sousa

    Formidável!
    O líder é um facilitador, permitindo alinhar os objetivos da empresa e de seus colaboradores, traçar estratégias de maneira efetiva causa impactos diretos, tanto no rendimento profissional dos liderados quanto nos resultados gerais da empresa.
    Praticar o que você defende e acreditar é essencial, para que outras pessoas se atraiam pelo seu trabalho.

    0
  • Tereza Raquel Tavares

    Excelente post! Hoje, mais do que nunca, vale frisar que não bastam apenas os conhecimentos específicos e técnicos para ser um bom gestor. Saber lidar com os colaboradores de forma empática e aproximando-se cada vez mais dessas pessoas ajuda a alcançar os objetivos juntos, mostrando a importância de todos que participaram! Um líder que possui um mindset de crescimento sempre estará apto para assumir grandes desafios e conquistá-los!

    0
    • Thalyta Vasconcelos

      Um excelente artigo, que descreve de forma coesa e objetiva as competências essenciais para liderança, tornando factível e aplicável aos moldes atuais, exemplificando ferramentas e novas estratégias. Ao ler é possível perceber que para ser líder é possível perceber que para ser líder, o profissional deve estar aberto às novas tecnologias e sempre disposto a lidar com mudanças e novos cenários.

      0
  • Thayná Duarte dos Anjos

    Muito bom, adorei o conteúdo. Todo profissional que exerça um cargo de liderança precisa entender e colocar em prática todas essas competências, sem dúvidas o desempenho de toda a equipe será muito melhor!

    0
  • Daniely Peixoto Forte

    Ótimo texto!
    Sem dúvidas o líder motiva e influência seus liderados, assim, nada melhor do que uma boa comunicação e diálogo para obter bons resultados. Saber ouvir e se por no lugar do outro, passar o seu conhecimento a frente é a chave essencial para uma boa gestão.

    0
  • Karen Pinheiro

    Muito interessante a leitura, o líder é o oposto do chefe. O líder tem o poder de mudar toda a estrutura de uma empresa. Acho fundamental você saber diferenciar e saber como ser um grande líder no futuro.

    0
  • Thalyta Vasconcelos

    Um excelente artigo, que descreve de forma coesa e objetiva as competências essenciais para liderança, tornando factível e aplicável aos moldes atuais, exemplificado ferramentas e novas estratégias. Ao ler, é possível perceber que para ser líder, o profissional deve estar aberto às novas tecnologias e sempre disposto a lidar com mudanças e novos cenários.

    0
  • Guilherme Almeida de Castro

    Excelente artigo, definindo e direcionando bem a liderança, delineando aspectos construtivos, mostrando que líder não é apenas aquele na linha de frente levando seus discentes, mas aquele que agita, motiva, da exemplo e conduz a equipe para um destino de sucesso. Criação de novos lideres, são cruciais na liderança, como dizia Clarice Lispector, “Quem caminha sozinho, pode até ir mais rápido, mas aquele que vai acompanhado com certeza vai mais longe.

    0
  • Samara Braz

    Muito enriquecedor!!! Muito importante para mim essa leitura. Já passei por situações onde não fui uma boa líder… E também não fui bem liderada. Não me atentei à essas questões e paguei alto. Lendo esses pontos pude ver onde posso melhorar e quanto é fundamental exercer uma boa liderança. É fundamental em todo o processo. Acredito que em uma nova oportunidade serei uma boa líder!

    0
  • Cipriano

    Muito bom o seu material.

    0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os textos são assinados e refletem a opinião de seus autores.

lorem

Food Safety Brazil Org

CNPJ: 22.335.091.0001-59

organização sem fins lucrativos

Produzido por AG74
© 2020, Themosaurus Theme
Compartilhar