Segurança de alimentos, continuidade do negócio e Covid-19

3 min leitura

Realizado no dia 21 de maio de 2020, o Primeiro Workshop Food Safety Brazil online  contou com diversas palestras sobre segurança de alimentos e desafios em tempos de coronavírus. A associação Food Safety Brazil apresentou esta novidade ao público para permitir que todos possam ter acesso a conteúdos relevantes para o momento que estamos vivendo. Dentre as palestras realizadas, coube a mim destacar a palestra de Laura Teixeira, que tratou de forma brilhante o tema: segurança dos alimentos e continuidade do negócio e COVID-19 em serviço de alimentação, utilizando como base o case da Subway, empresa que ela representa.

As empresas de serviço de alimentação estão enfrentando diversos e enormes desafios neste período de pandemia, uma vez que muitas se viram obrigadas a fechar as portas de uma hora para a outra, seja por exigências sanitárias locais ou até mesmo para ter tempo de processar os acontecimentos e então adotar melhores estratégias de segurança para o retorno das atividades.

Neste momento são necessários procedimentos robustos de manipulação higiênica de alimentos para garantir a segurança de alimentos. Estes procedimentos devem se dar desde o manipulador, com limpeza e sanitização de mãos, uso de luvas e uniformes (embora sejam conceitos básicos, agora não podem falhar de forma alguma), cuidados com a higienização utilizando produtos químicos aprovados para as superfícies (respeitando superfícies de contato direto com alimentos ou superfícies diversas), cuidados com todo processo desde o controle de temperaturas e os cuidados com os prazos de validade (afinal, neste momento ninguém quer e nem pode desperdiçar produto por falta de controle), cuidados com a origem dos insumos utilizando-se de fornecedores homologados e até mesmo a validação dos processos, a fim de garantir a qualidade e oferecer alimentos seguros ao seu consumidor.

Entre os diversos impactos gerados pela pandemia, podemos destacar a determinação de quarentena que provocou o fechamento de restaurantes, a reabertura gradativa com reforço nos procedimentos para garantir a segurança de alimentos e ainda, com o prolongamento da quarentena em diversas regiões do país, foi necessário reinventar os negócios para que houvesse adaptação a este novo normal e garantir a sobrevivência econômica. Realidade à qual ainda estamos nos adaptando,  cheios de dúvidas sobre como as coisas serão daqui em diante.

Agora é importante reforçar e revisar procedimentos, para garantir a segurança dos manipuladores e também escolher a melhor forma de deixar isso claro aos clientes para que se sintam seguros em solicitar seus serviços. Estes procedimentos vão desde a oferta de álcool gel em pontos estratégicos, reforço às atividades de higienização e retirada de materiais que possam ser fonte de contaminação. Além disso, é necessário implantar novos procedimentos de segurança como uso de máscaras por todos os funcionários, necessidade do distanciamento social, através da demarcação de posições nos pisos e colocação de barreiras físicas inclusive na área de realização e retirada de pedidos, a fim de oferecer garantias do atendimento sem contato.

Quando falamos em deixar claro ao consumidor quais ações a empresa está tomando para enfrentar os novos desafios, podemos destacar o quadro a seguir como relevante por apresentar quais são os fatores que fazem um consumidor confiar em um determinado estabelecimento:

Imagem: Alimentação na pandemia, disponível em: https://galunion.com.br/artigo-alimentacao-na-pandemia/

A pandemia fez com que as empresas buscassem outras formas de venda diante da necessidade de fechar os salões de refeição e reduzir o fluxo de pessoas no interior do estabelecimento e neste caso surgem como alternativas a oferta de serviço delivery e drive-thru. Porém, é necessário criar e deixar claros os protocolos para que estes serviços sejam realizados de forma segura para oferecer o produto que o cliente já conhece de forma segura nestes tempos de pandemia.

Não sabemos ao certo como serão as coisas daqui em diante, projetar cenários ainda é um desafio, porém todos já perceberam que não dá para ficar parado simplesmente aguardando os acontecimentos. É preciso pensar em possibilidades e ações para a retomada das atividades e neste quesito há muitas possibilidades. Diante deste cenário, é fato que terá mais chance quem aproveitar este momento de reflexão e ajustar suas ações a fim de seguir adiante de maneira consolidada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Todos os textos são assinados e refletem a opinião de seus autores.

lorem

Food Safety Brazil Org

CNPJ: 22.335.091.0001-59

organização sem fins lucrativos

Produzido por AG74
© 2020, Themosaurus Theme
Compartilhar