Farejando Falcatruas em Auditorias…

< 1 min leitura

Abrindo uma série sobre ética e segurança dos alimentos, “cutucamos” com esse tema bem sensível: falsificações em auditorias.

Um auditor astuto detecta uma falsificação facilmente, principalmente em registros. Se tornam até divertidas as razões apresentadas pelo “auditado-falsificador”. Vejamos  alguns exemplos:

  1. A mesma pessoa: O registro é completado pela mesma pessoa em todos os dias do ano. Isto indica que ela nunca tira férias, e nem adoece ou tem compromissos particulares vindo a faltar ao trabalho; 
  2. Os registros são concluídos antes do tempo: uma das desculpas que eu ouvi para este cenário é de que o responsável pelas anotações irá tirar férias, e então antecipou o preenchimento de formulários por não ter outro colaborador que o faça; 
  3. Entradas de registros não correspondentes: os registros documentados não coincidem com as indicações sobre o equipamento. Por exemplo, um termômetro lê 0,1ºC mas todos os registros indicam um arredondamento para o número inteiro mais próximo; 
  4. A mesma caneta e escrita a mão: a mesma caneta é usada com a mesma caligrafia nos registros preenchidos por colaboradora do controle de qualidade, pois a “escrita a mão” dela é a única legível, sem garranchos. Registros estão em papel limpo não sendo preenchidos dentro de áreas de produção; 
  5. Registros concluídos em novas formas: a data de emissão do formulário é após a data do preenchimento do registro, indicando que foram preenchidos após a ocorrência da atividade. 

Então, vai experimentá-los? Não! É muito mais fácil e eficaz gastar seu tempo para preencher o registro no momento em que fez o teste ou monitorização. Também tenha em mente que pode haver penalidades enormes para as empresas de alimentos onde são encontradas as falsificações de registros, por ser uma atitude desonesta.

9 thoughts on

Farejando Falcatruas em Auditorias…

  • Everton Santos

    Faz todo sentido, interessante !

    0
  • Luiz Fernando de Oliveira

    Excelente alerta ! Tema pouco ou nunca discutido / considerado.
    Como desenvolvedores de Sistemas Integrados para a Gestão da Qualidade, já “acabamos” com diversas falcatruas que são automaticamente identificadas e bloqueadas pelo sistema evitando os custos e riscos dos sistemas manuais ou das perigosas planilhas isoladas…

    0
  • Hamilton Batista da Silva

    Infelizmente esta “rotina” é muito usada nas organizações, no entanto acredito que a causa para isso acontecer esta na falha do sistema em capacitar os colaboradores da forma inadequada, onde o PDCA não é seguido ao pé da letra. Muitas vezes treina os novos colaboradores porém não se verifica no dia a dia e isso acaba virando bola de neve nas auditorias.

    0
  • Camila

    Realmente são situações que não trazem nenhum benefício à empresa. É só para tentar enganar o auditor. O caso 1 eu já encontrei em auditoria, bem descarado. Gostei muito deste post, Cintia!

    0
    • Cíntia Malagutti

      Obrigada Prezados pela interação e corroboração. Aguardem próximos capítulos! Abraços.

      0
  • Karina Pastore

    Eu já deparei com todas essas situações em auditorias, mas a que mais me marcou foi quando cheguei em uma escola, antes do horário esperado, pra fazer auditoria de qualidade e encontrei as amostras das preparações das últimas 72h quentinhas em cima do freezer. A merendeira não colhia amostras, então resolveu preparar todo cardápio só pra auditoria.
    Se as amostras já estivessem congeladas, dificilmente daria pra saber da falcatrua.

    0
  • Danuza Nunes

    Muito interessante. E o mais surpreendente é ler o seu artigo após ter te conhecido pessoalmente. Sou funcionária de P&D da ourolac e tenho muito interesse na área da qualidade e pretendo ler mais artigos e publicações suas. Parabéns.

    0
  • Luanna Müller

    Cíntia, Adorei a matéria!

    Uma NC nessas situações citadas acima é uma gestão com GRANDES FALHAS sistemática.

    E vale ressaltar que essas atitudes são ilusórias pelos profissionais que adotam.

    Ser honesto deve ser um hábito.

    Abraço,
    Luanna Müller

    0
  • Isabela Sobrinho

    Cíntia, muito interessante sua matéria.
    Realmente acontecem muitas fraudes nesses sistemas de monitoramento. Já aconteceu comigo de estar recolhendo as planilhas de higienização do mês, e eu percebi que o responsável pelo preenchimento tinha marcado todos os dias do mês na planilha, como se tivesse feito a higienização em todos os dias, inclusive nos feriados e finais de semana quando o estabelecimento não estava aberto.
    Fique chateada com a falta de comprometimento da pessoa.

    0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Todos os textos são assinados e refletem a opinião de seus autores.

lorem

Food Safety Brazil Org

CNPJ: 22.335.091.0001-59

organização sem fins lucrativos

Produzido por AG74
© 2020, Themosaurus Theme
Compartilhar